Escolha uma Página
Em entrevista que reuniu também o ministro da Defesa, Raul Jungmann e o general Braga Filho, comandante da intervenção federal na segurança do RJ, o ministro chefe do GSI, general Sérgio Etchegoyen, foi enfático ao rechaçar os argumentos de que a ação poderia ser uma ameaça à democracia.
“As Forças Armadas jamais foram ameaça à democracia em qualquer tempo, depois da redemocratização!”. “Me diga um momento em que nós tivemos alguma instabilidade?”, desafiou Etchegoyen.
“Ameaça à democracia é a incapacidade das estruturas policiais, que são competências dos estados, não poderem cumprir suas tarefas”, completou.
Skip to content