Escolha uma Página
Presidente convocou “homens e mulheres de bem” em cadeia nacional de televisão e rádio
Presidente convocou
Presidente convocou “homens e mulheres de bem” em cadeia nacional de televisão e rádio
Foto: Beto Barata / PR / Divulgação CP

O presidente da República, Michel Temer, deu explicações sobre a intervenção federal no Rio de Janeiro, numa transmissão em cadeia nacional de rádio e televisão. “O Exército terá poderes para restaurar a tranquilidade do povo”, salientou o presidente sobre a situação no Rio.

“Tomo medida extrema pois assim exigiram as circunstâncias”, reforçou Temer. “O governo tomará ações duras e todas as medidas necessárias para combater o crime organizado e as quadrilhas”, acrescentou o mandatário.
Ele também convocou a população no geral a dar apoio nas ações de segurança. “Contamos com todos os homens e mulheres de bem ao nosso lado”, relatou. “Já resgatamos o país da sua pior resceção. Agora, é hora de estabelecer a ordem. Unidos trazemos segurança ao povo brasileiro”, garantiu.
Desde o início desta manhã, a cúpula do Exército esteve reunida em Brasília discutindo detalhes da intervenção. Com a medida, o comando das forças de segurança pública do Rio de Janeiro ficará a cargo do Exército. “As forças armadas estarão unidas. Nossos presídios não serão mais escritórios de bandidos, nem nossas praças continuarão a ser salão de festa para o crime organizado”, destacou Temer.
O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, reconheceu que sem o apoio do governo federal não conseguiria vencer “a luta contra a criminalidade”. “Só com a Polícia Militar e Civil, não estamos conseguindo deter a guerra entre facções no nosso estado. Ainda tem um componente grave, que são as milícias. Para momentos extremos, como estamos vivenciando, precisamos muito dessa intervenção”, afirmou.

Confira o pronunciamento na íntegra:



CORREIO DO POVO/montedo.com

Skip to content