Escolha uma Página
Cabo de 24 anos foi conduzido ao 2º DP nesta sexta-feira (19) para os procedimentos cabíveis.
Caso foi registrado no 2º DP (Foto: Jackson Félix/G1 RR)
Caso foi registrado no 2º DP (Foto: Jackson Félix/G1 RR)
Jackson Félix, G1 RR
Um cabo do Exército, de 24 anos, foi detido na tarde desta sexta-feira (19) após tentar convencer um agente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) a vender um carro apreendido no pátio do órgão, em Boa Vista.
O G1 entrou em contato com Exército para saber se será adotado alguma medida em relação ao cabo e aguarda resposta.
Segundo o chefe de fiscalização do Detran, Vilmar Florêncio, o militar foi até a sala dele para tratar sobre a negociação do veículo. Ele teria pagado R$ 4 mil para uma pessoa que se apresentou pelo mesmo nome de Vilmar e queria, a todo custo, retirar o carro do pátio.
“Afirmei para ele (cabo) que não era a pessoa com quem ele tinha falado e que havia caído num golpe, mas ele garantiu que negociou um veículo comigo pelo valor de R$ 4 mil”, disse o chefe de fiscalização.
Após a insistência, o militar foi detido e conduzido ao 2º Distrito Policial para a realização dos procedimentos cabíveis. Segundo Florêncio, ele pode responder por corrupção ativa, que é quando algum cidadão oferece vantagens a um funcionário público.
“Ele está comentendo um crime por tentar contratar de um servidor público para fazer um seviço ilegal”, explicou.
O golpe
O chefe de fiscalização informou ainda que há algum tempo pessoas estão aplicando golpes usando a imagem de funcionários do Detran oferecendo serviços ilegais como liberação de veículo e retirada de multas. O contato com as vítimas ocorre por meio de mensagens de aplicativos.
Segundo ele, o golpista manda mensagem paras as vítimas como se fosse um engano informando que já tirou as multas e atrai as pessoas para o golpe.
“Queremos que esse caso sirva como alerta para a população. Tão criminoso quem oferece esse tipo de serviço é quem tenta contatá-lo”, comentou Florêncio.
G1/montedo.com
Skip to content