Escolha uma Página
Operação Curaretinga X começou nesta segunda (18) e já flagrou suspeitos de garimpo ilegal.
Material apreendido com grupo indicava que eles praticavam garimpo ilegal (Foto: Exército/Divulgação)
Material apreendido com grupo indicava que eles praticavam garimpo ilegal (Foto: Exército/Divulgação)
Por G1 RR
O Exército em Roraima deteve 18 pessoas suspeitas de garimpo ilegal e apreendeu 2kg de ouro nesta segunda-feira (18). A ação ocorreu logo após a deflagração da operação Curaretinga X.
Segundo a 1ª Brigada de Infantaria de Selva, também foram apreendidos R$ 4800 em dinheiro, três rádios vertex, e três caminhonetes. Ao todo o material estava avaliado em R$ 530 mil.
Os presos tentavam sair da Terra Yanomami quando foram flagrados e entregues à Polícia Federal. Os locais exatos das apreensões não foram divulgados para garantir o sigilo das ações.
As tropa da 1ª Brigada estão distribuídas nas rodovias e vicinais do estado, fazendo postos de bloqueio e controle de estradas, na Terra Indígena Yanomami (TIY) combatendo o garimpo ilegal e presença de estrangeiros, na Terra Indígena Raposa Serra do Sol realizando patrulhamento na faixa de fronteira e nos rios do Estado em busca de ilícitos que possam transitar por via fluvial.
Além das ações repressivas a operação Curaretinga X também está realizando Ação Cívico Social nas Comunidades Indígenas localizadas na faixa de fronteira roraimense, com atendimentos médicos e odontológicos. Órgãos federais e estaduais atuam juntos na ação.
G1/montedo.com
Skip to content