Escolha uma Página
Lucas Marques Correa e Matheus Reis da Silva roubaram celulares, notebook e dinheiro das vítimas
38º BI, em Vila Velha
38º BI, em Vila Velha (Divulgação)
Tatiana Moura
Dois militares do 38º Batalhão de Infantaria foram presos nesta quinta-feira (7) após praticarem vários roubos em Vila Velha. O primeiro a ser preso foi Lucas Marques Correa. Após ser reconhecido pelas vítimas, ele indicou o paradeiro do comparsa Matheus Reis da Silva.
De acordo com policiais militares, durante um patrulhamento foram informados que um indivíduo armado havia praticado um roubo em Jardim Colorado. A vítima foi rendida quando entrava na garagem. Foram levados um notebook e um celular.
Um vizinho informou que o criminoso havia fugido em um Fiat Uno branco. Após rastrearem o veículo, os policiais chegaram à casa de Lucas, em Jardim do Vale.
Os policiais foram recebidos pelo pai de Lucas, que afirmou ser o proprietário do veículo e desconhecer o paradeiro do filho. Ao chegar em casa e se deparar com os policiais, Lucas assumiu a autoria dos roubos. Eles também haviam assaltado outras duas pessoas, das quais roubaram celulares e R$ 120,00.
Nesse momento, Lucas indicou aos policiais onde estava Matheus. Ele foi localizado em Aribiri. O soldado tentou fugir, porém a casa estava cercada por policiais.
Com ele foi encontrado um revólver calibre 38, com a numeração raspada e com cinco munições intactas. Além disso, foi encontrada uma quantidade de maconha.
Os dois soldados foram conduzidos para a 2ª Delegacia Regional de Vila Velha e, em seguida, levados para o 38º Batalhão de Infantaria, na Prainha. Segundo o Exército, Lucas e Matheus foram iniciados por roubo a mão armada. Matheus foi ainda indiciado por posse de droga.
Ambos passarão por audiência de custódia. “O 38º Batalhão de Infantaria estará acompanhando o caso e de forma alguma compactua com a conduta tomada pelos militares. O fato isolado não traduz os valores de ética, moral e cidadania ensinados pela Instituição”.
GAZETAONLINE/montedo.com
Skip to content