Escolha uma Página
Um dos alvos é o Jacarezinho, palco de constantes tiroteios há mais de uma semana
Equipes das Forças Armadas no Jacarezinho – Pedro Teixeira / Agência O Globo
LEONARDO SODRÉ
RIO — As Forças de Segurança deflagraram mais uma megaoperação no Rio, na manhã desta segunda-feira. Equipes da Polícia Militar, da Polícia Civil, da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Força Nacional e das Forças Armadas estão localizadas em comunidades na Zona Norte. São elas: Jacarezinho — que há mais de uma semana vive dias de intensos tiroteios —, Manguinhos, Bandeira 2, Mandela, Arará, Mangueira, Complexo do Alemão e no Conjunto Habitacional Morar Carioca.
Os principais acessos a essas comunidades estão bloqueados. Militares e agentes que participam da operação fazem abordagens a motociclistas e pedestres. Além disso, os espaços aéreos estão controlados com restrições para aeronaves civis. Segundo a Secretaria de Segurança, não há interferência nas operações dos aeroportos.
Até as 6h20, dois homens haviam chegado algemados à Cidade da Polícia, no Jacarezinho. Ainda não há informações sobre identificação deles nem sobre o motivo das detenções.
O Disque Denúncia (21 2253-1177) divulgou um cartaz com os traficantes procurados nas regiões ocupadas pelas Forças de Segurança e pede informações sobre esconderijo de armas, localização de bandidos, cargas roubadas, pontos de vendas de drogas e veículos roubados. Todos os informes recebidos serão repassados, em tempo real, para o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).
JACAREZINHO
Adriano de Souza Ramos, vulgo “Pierre”.
Paulo Henrique Godinho dos Santos, vulgo “PH”.
MANGUEIRA
Eduardo da Silva Barbosa, Vulgo “Bamba”.
Jean Carlos Ramos Tomaz, Vulgo “Beni”.
Reinaldo Santos de Sena, vulgo “Dedé”.
MANGUINHOS, MANDELA e ARARÁ
Bruno Ricardo Correa da Silva, vulgo “Lambão”.
Jefferson de Menezes Ferreira, vulgo “Jefinho”.
Willian Souza Guedes, vulgo “Chacota”.
André Luiz Cabral dos Santos, Vulgo “Lacraia”.
Luiz Augusto Oliveira de Farias, vulgo “Índio do Mandela”.
ALEMÃO
Gláucio Cardoso dos Santos, Vulgo “Glaucinho do Engenho”.
Sebastião Teixeira dos santos, Vulgo “Juninho 51”.
Luciano Martiniano da Silva, vulgo “Pezão”.
Alexandre Gonçalves dos Santos, vulgo “Pardal”.
O Globo/montedo.com

Skip to content