Escolha uma Página
Clube garante que paraquedas de tenente do Exército abriu normalmente
Imagem: Clube Amazonjump
Porto Velho (RO) – O militar do Exército Diego Monteiro de Oliveira morreu de forma trágica na manhã deste sábado (19), ao saltar de paraquedas de uma aeronave, na região do aeroclube da capital de Rondônia. As informações iniciais, de que o paraquedas principal não teria funcionado, foram desmentidas pelo Clube Amazonjump, do qual o militar era sócio. Em nota, a 17ª Brigada de Infataria de Selva também afirmou que o paraquedas estava aberto no momento em que o corpo foi encontrado. O parquedas foi enviado à Confederação Brasileira de Paraquedismo, para perícia. A polícia civil de Rondônia abriu um inquérito para investigar o caso.
Diego era primeiro tenente e servia na 17ª Companhia de Infantaria de Selva. O militar era casado com uma sargento do Exército. O casal não tinha filhos. (informação atualizada as 16h de 21/8)
Paraquedas não abre e homem morre na capital
Imagem: O Observador
Skip to content