Escolha uma Página

Já vai um tempo, o ultramaratonista Marco Farinazzo é figura carimbada aqui no blog. Sua ‘estreia’ foi em agosto de 2009, após vencer a competição “Ultramar Badwater”, realizada nos Estados Unidos, em 14 de julho daquele ano. Considerada a mais difícil do mundo, a prova é uma corrida de 217 Km, no Deserto do Vale da Morte, na Califórnia, onde os atletas enfrentam temperaturas que chegam a 55º C e altitudes de até 3.900 m. O hoje tenente do Exército foi sétimo colocado na mesma prova, em 2012.

Resultado de imagem para cartaz SPARTATHLON 2017

O currículo de Farinazzo é invejável, com expressivos resultados em diversas competições de alto nível no Brasil e no Mundo. Seu principal objetivo em 2017 é tentar vencer ou ficar entre os cinco primeiros na ULTRAMARATHON DE SPARTATHLON, representando o Brasil. A largada será em Atenas – Grécia, no dia 29 de setembro, serão 390 atletas, representando diversos países.

A Spartathlon tem por objetivo traçar os passos de Fidípides, um mensageiro ateniense enviado a Esparta no ano 490 a.C. para buscar ajuda contra os persas na Batalha de Maratona. Fidípides, segundo conta o historiador grego Heródoto, nas guerras persas, percorreu os 246 km de Atenas a Esparta em um dia.
Heródoto escreveu: 
“Por ocasião de qual falamos quando Fidípides foi enviado pelos generais atenienses, e, segundo seu próprio relato, viu o deus Pã em sua viagem, chegou a Esparta, no dia seguinte depois de deixar a cidade de Atenas.”.
Vamos ajudar?
Farinazzo necessita R$ 4 mil para viabilizar a compra das passagens aéreas de ida e volta até a capital grega. Por isso, um grupo de amigos do atleta está realizando uma campanha de arrecadação através do site Vaquinha. No momento em que escrevo, já foram levantados R$ 600. Acesse e colabore com o Farinazzo! A contribuição, de qualquer valor, pode ser feita através de boleto ou cartão de crédito.
Skip to content