Escolha uma Página
Quando escrevo, são 8h40 da manhã de sábado (15). Temperatura: 17º; a máxima do dia deve chegar a 25º. Clima ameno e agradável que vai mudar radicalmente. Em menos de 24 horas – informa meu amigo Paulinho Barcelos em sua página do Facebook – a gauchada estará enfrentando temperaturas negativas, com grande possibilidade de neve já na segunda-feira (17).
Virou meteorologista, Montedo?
Não! Esse intróito (intróito é bom, hein?) foi apenas para lembrar que se repetem as condições de tempo existentes no inverno de 1965. Em 20 de agosto daquele ano, o interior do Rio Grande do Sul amanheceu coberto por um manto branco, fruto de uma nevasca nunca vista antes no Brasil. Abaixo, registros fotográficos daquele dia, feitos nos quartéis do antigo 17 RI (hoje, EASA) e 6º RAM (atual 29 GAC AP), em Cruz Alta.
17º Regimento de Infantaria
ESCOLA DE APERFEIÇOAMENTO DE SARGENTOS (EASA)


29º GRUPO DE ARTILHARIA DE CAMPANHA AUTO PROPULSADO
MILITARES
As imagens acima fazem parte do projeto Nossa Velha-Nova Cruz Alta, de autoria do médico Alfredo Roeber. O trabalho está hospedado no site da Unimed Planalto Central. Vale a pena conferir. As imagens da nevasca estão na parte 29.
(Com informaçoes de MetSul Meteorologia)
Skip to content