Escolha uma Página
Militar foi levar filha à creche e percebeu que crianças comentavam a cena.
Ele vai responder por disparo de arma; homem não se feriu e não foi preso.

Mateus Rodrigues
Do G1 DF
Um sargento do Exército foi detido em flagrante, na manhã desta quinta-feira (24), após atirar contra um prédio na 915 Norte, no Distrito Federal. Segundo a Polícia Civil, um homem de 23 anos apareceu nu na janela do imóvel e foi avistado por crianças que estavam na porta de uma creche.
O tiro aconteceu por volta das 7h30, quando o militar de 54 anos deixava a filha na creche. Ao perceber que ela e outras amigas tinham visto o homem nu, o sargento discutiu com ele, sacou a arma e disparou para o alto. A Polícia Militar foi acionada e capturou o autor do tiro na 102 Norte.
O tiro não atingiu o homem nem a estrutura do prédio, e ninguém ficou ferido. As polícias Militar e Civil não informaram se o alvo do disparo estava fazendo gestos obscenos, provocando as crianças ou apenas “distraído” na própria casa.
Segundo a PM, o homem que estava pelado na janela não foi autuado porque não havia testemunhas suficientes para depor na delegacia. O sargento vai responder por disparo de arma de fogo, crime previsto no Estatuto do Desarmamento que prevê pena de reclusão de 2 a 4 anos e multa.
Em mensagem enviada pela Central de Atendimento aos Telespectadores, o homem de 23 anos disse que não sabia da visibilidade das janelas do apartamento. Segundo ele, o imóvel foi comprado há menos de uma semana. “Não houve nenhum dolo ou intenção de se expor”, afirmou.
G1/montedo.com
Skip to content