Escolha uma Página
Exército orçou em quase R$ 20 milhões reestruturação asfáltica na Capital
Este é o primeiro passo de parceria com Prefeitura
Jéssica Benitez
ampo Grande (MS) – As ruas Guia Lopes, Brilhante e das avenidas Marechal Deodoro e Bandeirantes podem receber sistema de drenagem por R$ 19,5 milhões, conforme apontou estudo feito pelo Exército. O levantamento não leva em consideração a sinalização semafórica e só será colocado em prática caso o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), consiga liberação do montante por parte da Caixa Econômica Federal, tanto que vai marcar agenda com o superintendente de Mato Grosso do Sul, Evandro Narciso.
O intuito é acelerar o processo de liberação da verba. Os representantes do COM (Comando Miliar do Oeste), coronéis José Roberto de Melo e Marcelo Guedon, que estiveram reunidos com o chefe do Executivo nesta segunda-feira (28), estimaram que após autorização para o início da reestruturação, tudo ficará pronto dentro de 468 dias. Nem que para isso seja feita força-tarefa com canteiro de obras ativo até mesmo no período noturno.
Outro estudo será feito para orçar a sinalização. O valor do quilômetro ficou em R$ 1,6 milhão, sendo asfaltados 12,11 quilômetros. “O comandante do Comando Militar do Oeste já deu o parecer favorável agora tem que ter a aprovação de Brasília, mas tecnicamente acredito que não terá problema”, explicou Guedon.
A estrutura necessária para fazer o trabalho ficará no canteiro central próximo ao comando e que o Exército fará a licitação do CBUK (lama asfáltica). “Vou marcar uma agenda na Caixa ainda esse ano se possível para tentar agilizar o processo e vamos a Prefeitura e o Exército conversar com o superintende da Caixa para tentarmos agilizar o processo”, disse o prefeito que já foi à Brasília conversar no Ministério da Defesa informando o interesse de fazer uma parceria com o Exército para ajuda na reestruturação asfáltica. Em breve ele irá novamente à Capital Federal.
Campo Grande News/montedo.com
Skip to content