Escolha uma Página
Segundo a Folha de São Paulo, o ex-presidente do PP (Partido Progressista) Pedro Corrêa revelou ter informações capazes de comprometer aproximadamente cem políticos, entre eles dois ministros do atual governo: Jaques Wagner, da Casa Civil, e Aldo Rebelo, da Defesa.
A relação apresentada por Corrêa durante as tratativas inclui ainda o nome de Aécio Neves (PSDB-MG).
Corrêa está em negociação com a força-tarefa da Operação Lava Jato e com a Procuradoria-Geral da República para firmar um acordo de delação premiada, Ele está preso em Curitiba, cumprindo a pena de 20 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no esquema da Petrobras.

Skip to content