Escolha uma Página
General brasileiro deixará comando das forças de paz da ONU no Congo
A Organização das Nações Unidas informou nesta quarta-feira (30) que o general brasileiro Carlos Alberto dos Santos Cruz deixará o comando das tropas da Missão de Estabilização na República Democrática do Congo (Monusco).
Santos Cruz se despede após dois anos e meio de atuação no país. Anteriormente, o general serviu como comandante das tropas no Haiti (Minustah), entre 2006 e 2009.
O general sul-africano Derick Mbuyiselo Mgwebi foi o escolhido para substituir Santos Cruz.
Segundo o comunicado da ONU, Mgwebi conta com mais de 35 anos de experiência nacional e internacional, inclusive como comandante das tropas da organização na missão do Burundi, entre 2007 e 2011.
A Monusco conta com quase 20 mil efetivos no país e tem o mandato de usar todos os meios necessários para proteger os civis, as equipes humanitárias e os defensores de direitos humanos de qualquer ameaça ou violência física, além de prestar apoio ao governo na estabilização e nos esforços da paz.
Grande parte do país sofreu com a violência sectária por décadas, apesar do conflito agora estar limitado à região leste do país.
Folha de São Paulo/montedo.com
Skip to content