Escolha uma Página
Prazo limite
O Governo Federal têm até a próxima sexta feira (18) para enviar projetos de lei estabelecendo os percentuais de reajuste salarial dos servidores nos próximos dois anos. Isso inclui a definição do índice de reajuste dos militares.
Confirmado, só que não!
Em agosto, o General Villas Bôas, Comandante do Exército, informou que a “expansão salarial” deveria ser de 25%, parcelados em quatro anos, contra os 21% concedidos ao funcionalismo público. O comandante falava de uma “definição, não anunciada ainda”. Em setembro, fontes do governo acenaram com uma primeira parcela de 5,5% em 2016.
Efeito ‘Levy’
Reém empossado, o ministro Joaquim Levy propôs a Dilma o veto de qualquer reajuste para 2016, militares inclusive.
‘Pedalada’
Na 301ª reunião do Alto Comando do Exército, ocorrida em outubro, os altos coturnos foram informados pelo comandante da Força que o reajuste de 25,5 %, parcelado em quatro anos, seria concedido no segundo semestre de 2016 (no mínimo, a partir de agosto).
A novidade seria uma ‘adequação’ da tabela vertical, com aumento maior para capitães, 2º e 3º Sargentos.

Estudos…
No início do mês, o minstrou Aldo Rebelo afirmou em audiência na Câmara dos Deputados que a Defesa faz “estudos para compor a possível proposta de reajuste da remuneração dos militares das Forças Armadas, a partir de 2016, considerando critérios de reconhecimento do mérito das atividades realizadas e de valorização dos militares”.

Leia mais sobre o reajuste dos militares

Skip to content