Escolha uma Página
Taques pede atuação das forças nacionais em desocupação de garimpo ilegal
A cidade de Pontes e Lacerda ficou conhecida como ‘Nova Serra Pelada’ e já atraiu cinco mil pessoas de todo o Brasil para a extração irregular
O governador de Mato Grosso, Pedro Taques, solicitou hoje (20) a atuação conjunta das Forças Armadas, da Força Nacional de Segurança Pública e a Polícia Militar de Mato Grosso para cumprimento de decisão judicial que determina o fechamento imediato do garimpo ilegal localizado em Pontes e Lacerda (a 448 km de Cuiabá). A região ficou conhecida como “Nova Serra Pelada” e já atraiu cinco mil pessoas de todo o Brasil para a extração irregular.
Para o governador, o trabalho em conjunto dos órgãos estaduais e federais evitaria um esforço demasiado e concentrado da Polícia Militar para o atendimento da medida judicial. O que poderia gerar prejuízo na atuação em outras regiões do Estado. Lembra ainda que a operação deve ser prolongada – primeiro com a desocupação, seguindo com a manutenção/reintegração de posse.
Acidente
Na tarde de segunda-feira (19), o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Mato Grosso de Pontes de Lacerda, foi acionado para o resgate de cinco vítimas de um deslizamento de terra na região da Serra da Borda e Santa Bárbara, que fica a 18 km do município. Segundo o comandante da CIBM, 1º tenente Walestein Maia Santana, as vítimas estavam com vários ferimentos e foram encaminhadas para o Pronto Socorro local. A
O Hospital e Santa Casa Vale do Guaporé, do município de Pontes e Lacerda, também informou à Secretaria de Estado de Saúde que não houve mortos e nem feridos graves no incidente ocorrido no garimpo no município. A Secretaria de Estado de Saúde mobilizou o Hospital Regional de Cáceres para receber possíveis vítimas graves do deslizamento de terra ocorrido no garimpo. (Portal Amazonia) 

Noticias de Mato Grosso/montedo.com

Skip to content