Escolha uma Página
Giovanni foi encaminhado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.
Foto: Reprodução/Facebook.
Leilane Benetta
Curitiba (PR) – Uma confusão na saída de um bar, no Alto da XV, na madrugada desse domingo (06) levou à morte do cabo do Exército Giovanni Porcides, de 22 anos. Ele estava com a namorada e três amigos, quando se envolveu em uma discussão com ocupantes de dois carros.
Depois de entrarem em luta corporal, o motorista de um dos veículos atirou em Giovanni, que chegou a ser levado para o Hospital Evangélico, mas não resistiu aos ferimentos.
Segundo o delegado Miguel Stadler, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o jovem deixava um bar na Rua Itupava, por volta das 3h, com um amigo, a namorada e duas moças, quando um Corsa Classic teria mexido com o grupo e acelerado na direção deles.
Giovanni teria tentado conversar com o condutor do carro, quando ocupantes de Fiat Uno se intrometeram. “Uma pessoa que estava no Fiat logo atrás desceu e já agrediu o Giovanni”, contou o delegado.
Houve uma briga generalizada e, segundo testemunhas informaram à polícia, o motorista do Corsa disparou contra o rapaz. Conforme a DHPP, as pessoas que estavam nos carros não conheciam Giovanni e não estavam no mesmo bar.
Equipes da DHPP fazem diligências nessa segunda-feira à procura do autor do crime. Quem tiver informações que possam auxiliar a identificação do criminoso pode entrar em contato com a DHPP, de forma anônima, pelo telefone 3360-1400.
ParanáOnline/montedo.com
Skip to content