Escolha uma Página
satélite
Satélite explodiu em fevereiro
Gabriel Garcia
Um satélite do departamento de Defesa dos Estados Unidos explodiu na órbita da Terra há quase um mês, mas o governo americano ainda não consegue explicar o que aconteceu.
Em 3 de fevereiro, um satélite que fornece informações meteorológicas de regiões em conflito para as Forças Armadas dos Estados Unidos explodiu repentinamente, desintegrando-se em 43 pedaços diferentes.
Segundo a Força Aérea americana, que monitora os corpos na órbita terrestre, a causa da explosão foi “um evento catastrófico associado a uma falha no sistema de energia”.
O problema é que o satélite, lançado em 1995, era novo demais para morrer desse jeito. Satélites costumam ter uma longa vida útil. O satélite em funcionamento que está mais tempo em órbita tem 57 anos.
Segundo a Reuters, a Força Aérea americana continua a investigar as causa da explosão, após verificar um aumento repentino na temperatura do satélite antes dele se desintegrar.
Em nota à agência, a Força Aérea dos Estados Unidos afirma que “apesar da resposta inicial [sobre o acidente] ser completa”, um órgão interno irá continuar a investigar o evento para entender melhor o que aconteceu.
Cerca de 3 700 satélites orbitam a Terra atualmente. A Nasa estima que existam pelo menos 20 mil pedaços de entulho espacial, maiores do que uma bola de tênis, circulando sobre o planeta.
Info Abril/montedo.com

Skip to content