Escolha uma Página
Foz do Igaucu (PR) – Nesta terça-feira (03), foi inaugurado pela Itaipu Binacional, pela Fundação Parque Tecnológico Itaipu (PTI) e pelo Exército Brasileiro o Laboratório de Segurança Eletrônica, de Comunicações e Cibernética (LaSEC²). 
Criado por meio de um acordo de cooperação entre essas instituições, o LaSEC² é a nona unidade da Rede Nacional de Segurança da Informação e Criptografia (RENASIC), gerenciada pelo Centro de Defesa Cibernética do Exército. O laboratório tem por objetivo prover Itaipu e PTI do que há de mais moderno em relação à segurança cibernética.
Participaram do evento o Chefe do Centro de Defesa Cibernética (CDCiber), general Paulo Sergio Melo de Carvalho; o Diretor-Geral Brasileiro da Itaipu, Jorge Miguel Samek; o Diretor Superintendente da Fundação PTI, Juan Carlos Sotuyo; o Chefe da Assessoria de Informações da Itaipu, coronel Carlos Roberto Sucha; além de representantes das instituições parceiras.
LaSEC²
O LaSEC² pertence ao Centro de Estudos Avançados em Proteção de Estruturas Estratégicas (CEAPE²). Esse Centro foi criado com base em quatro vertentes: recursos humanos, promovendo a sensibilização e facilitando a especialização dos profissionais; cultural, estabelecendo um modelo estrutural como referência; inteligência, acompanhando as mudanças de cenários e os seus impactos na segurança; e ciência, tecnologia e inovação.
O Laboratório atende à última vertente, ou seja, atuará em pesquisas aplicadas em soluções de segurança. Caberá ao LaSEC², por exemplo, identificar projetos que já são desenvolvidos pela RENASIC, trazendo essas soluções para mais próximo da nossa realidade e atendendo demandas prioritárias, que promovam o desenvolvimento da segurança cibernética. (R. A./Ediçao: montedo.com) 
H²FOZ/montedo.com
Skip to content