Escolha uma Página
Vereador Layrton Infante (PP)  de
Montes Claros (SP)
(Imagem: Divulgação)
Monte Alto (SP) – A possibilidade de execução obrigatória do Hino Nacional antes de todas sessões ordinárias da Câmara divide a opinião de vereadores em Monte Alto (SP). O projeto que altera o regimento interno do Legislativo local entrou em discussão na última segunda-feira (23), mas sua votação foi adiada em uma semana depois que um parlamentar subiu ao plenário pedindo que a medida seja revista, sob o argumento de que o símbolo nacional tornará o expediente parlamentar cansativo.
“Acho que é muita coisa. No começo vai ser até legal para todo mundo ali. Mas depois vai ficar uma coisa cansativa, enjoativa e, desculpe a expressão, vai encher o saco, senhor presidente. Por isso estou pedindo aqui o adiamento de votação por uma semana”, afirmou, da tribuna, Layrton Infante (PP), ao questionar a proposta encaminhada pelo vereador João Picolo (PDT). 
Ele também disse que a leitura semanal de textos da Bíblia, prática já adotada pela Casa, é suficiente. Confira a matéria do G1.
Skip to content