Escolha uma Página
Rapaz foi preso nesta segunda-feira (23) em Campina Grande do Sul.
Roubo aconteceu em janeiro na BR-116, ligação entre Paraná e São Paulo.
Suspeito foi preso nesta segunda (23) em Campina Grande do Sul, na Região de Curitiba (Foto: Divulgação/PRF)
Daiane Baú
Do G1 PR
Um dos suspeitos de participar do assalto a um ônibus que transportava 42 militares do Exército, em janeiro deste ano, foi preso na manhã desta segunda-feira (23) em Campina Grande do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba. O homem, de 21 anos, foi detido em uma operação conjunta entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope).
A polícia cumpre nesta segunda-feira mandados de prisão contra outros dois suspeitos. Um deles está foragido, informou a PRF.

Leia também:

Ônibus com 42 militares é assaltado no Paraná.

“Reação poderia gerar tragédia”, diz general sobre assalto a ônibus com militares.

O assalto aconteceu no dia 19 de janeiro na BR-116, na ligação entre o Paraná e São Paulo. Os ladrões levaram dinheiro, celulares e relógios dos ocupantes do ônibus. Os militares, com idades entre 18 e 19 anos, não reagiram ao assalto.
Ainda em janeiro, um adolescente de 16 anos foi apreendido após confessar participação no assalto. O carro utilizado para o crime havia sido abandonado em uma ponte da rodovia e foi encontrado por policiais rodoviários.
O caso foi encaminhado à delegacia da Polícia Civil de Barra do Turvo, em São Paulo, que também investigava outros dois assaltos a ônibus ocorridos naquela mesma madrugada. Os mandados de prisão temporária dos suspeitos foram emitidos pela 2ª Vara Criminal de Jacupiranga, no interior paulista.
O grupo de militares, que trabalhava há quatro meses em uma operação militar contra o tráfico de drogas no Rio de Janeiro, retornava para Curitiba para um período de descanso de alguns dias com a família.
G1/montedo.com
Skip to content