Escolha uma Página
Homem é preso após invadir área militar e tentar roubar fuzil
De acordo com coronel, o suspeito invadiu o local com uma barra de ferro e travou luta corporal com um dos soldados da guarda

Jucélio Paiva / [email protected]
Manaus – Valdemir Barreto, 36, foi preso, na madrugada de sábado, 20, suspeito de invadir e tentar roubar um fuzil 762, do Parque Regional de Manutenção da 12ª Região Militar do Exército Brasileiro (Pq R Mnt/12), na Avenida Coronel Teixeira, bairro Ponta Negra, zona oeste da capital. A informação foi confirmada à reportagem da TV Record News, da Rede Diário de Comunicação, pelo coronel Rocha Triani, comandante da Pq R Mnt/12.
De acordo com Triani, o suspeito invadiu o local com uma barra de ferro e travou luta corporal com um dos soldados da guarda. O soldado, que não teve o nome divulgado, teve a cabeça cortada durante a briga. O suspeito também sofreu ferimentos na mão direita.
Segundo o coronel Rocha Triani, o soldado ainda chegou a dar um tiro de advertência, para intimidar o suspeito. “É uma aventura tentar entrar numa organização militar para realizar qualquer tipo de crime ou atentado contra a segurança”, comentou o coronel que destacou que cerca de 50 soldados fazem a segurança diária do local.
Em depoimento no Pq R Mnt/12, Valdemir disse que tentou roubar o fuzil para vendê-lo e pagar uma dívida. Ele foi preso após ser autuado em flagrante pelos crimes de invasão de área militar e tentativa de roubo de material bélico.
Até o fechamento desta matéria, ele permanecia preso na Pq R Mnt/12.
D24am/montedo.com
Skip to content