Escolha uma Página
Notícia recuperada: 15/12.
Rosana Nunes
Sede do 6º Distrito Naval (Imagem:MB)
Ladário (MS) – O Comando do 6º Distrito Naval, sediado em Ladário, abriu IPM (Inquérito Policial Militar) para apurar as circunstâncias de um acidente ocorrido na sexta-feira [12], por volta das 11h, nas dependências do Grupamento de Fuzileiros Navais, organização militar subordinada ao Comando. O soldado fuzileiro naval Thalisson Pereira Inácio, de 20 anos, foi ferido por um disparo de fuzil 556 que atingiu o pescoço dele.
O Comando do 6º DN informa que após o acidente, o militar foi atendido no Hospital Naval de Ladário e depois encaminhado ao Hospital de Corumbá. No sábado, 13 de dezembro, o fuzileiro foi transferido para um hospital de Campo Grande, onde permanece internado em estado grave, mas estável, informa a assessoria de imprensa da corporação.
A Marinha trabalha com a hipótese de tiro acidental, mas outras possibilidades serão apuradas pelo IPM, que tem prazo de até 60 dias para conclusão. O fuzileiro naval é do Rio de Janeiro e está sendo acompanhado na Capital, por familiares. O Comando do 6º Distrito Naval informa que está dando todo o apoio necessário ao fuzileiro e sua família.
DIÁRIO Corumbaense/montedo.com
Skip to content