Escolha uma Página
Josias de Souza 
A Força Aérea Brasileira suspendeu os contratos que mantém com a Dallas Airmotive, empresa que admitiu ao Departamento de Justiça dos Estados Unidos que pagou propinas a oficiais da Aeronáutica e servidor do governo de Roraima. De acordo com nota divulgada no final da tarde desta sexta-feira, informou-se o seguinte:

1. A suspensão dos contratos vigorará “até o total esclarecimento das denúncias do Departamento de Justiça dos Estados Unidos.”
2.
 “Se as acusações forem comprovadas, a FAB vai rescindir os contratos, com base no artigo 79, inciso XII da Lei 8666/93”.
3. A FAB buscará “o ressarcimento cabível.”
4. Instaurou-se “um Inquérito Policial Militar para apurar o envolvimento dos acusados, ainda não identificados.”

Leia também:

Corrupção: empresa americana diz que pagou propina a FAB.

A hipótese de as suspeitas não se confirmarem é nula. A Dallas Airmotive, firma americana que faz manutenção de aviões, foi pilhada nos EUA numa investigação sobre pagamento de propinas no exterior. Confessou o crime. Para reduzir os danos e abortar o processo, a Dallas concordou em pagar uma multa de US$ 14 milhões. A informação foi divulgada pelo próprio Departamento de Justiça dos EUA.
UOL Notícias/montedo.com
Skip to content