Escolha uma Página
Colisão entre carreta e automóvel mata militar do Exército de 27 anos

Alan Diógenes e Francisco Júnior
Campo Grande (MS) – Um militar do Exército Brasileiro morreu, por volta das 16h30 deste domingo (26), em um grave acidente de trânsito envolvendo uma carreta e um veículo de passeio no KM-512 da BR-163, a 15 quilômetros de Campo Grande. A esposa dele que dirigia o veículo foi encaminhada em estado grave para a Santa Casa da Capital.
Rafael Viana da Silva, de 27 anos, estava em um veículo Hyundai HB20, de cor preta, que aquaplanou, rodopiou na pista e colidiu com uma carreta Bitrem, que estava carregada de adubo. O motorista da carreta que vinha do Porto de Paranaguá, no Paraná, e iria para Rondonópolis, no Mato Grosso, disse que não conseguiu evitar o acidente.
“Estava indo para Bandeirantes quando o carro aquaplanou na pista e bateu na lateral da carreta, devido a chuva. Não tive como evitar o acidente por que o veículo já estava muito próximo da carreta”, explicou Sidney Castilho, 42 anos.
A CCR MSVia, empresa responsável pela concessão da BR-163, socorreu a outra ocupante do veículo identificada como Nathália dos Santos Viana da Silva, 25 anos, esposa de Rafael. Ela foi transferida por uma ambulância da própria empresa para a Santa Casa da Capital.
As duas pistas da rodovia foram interditadas por um período de meia hora, após o acidente, mas já foi liberada. A CCR MSVia fez a limpeza da estrada para liberá-la o que antes. O fluxo de veículos já flui tranquilo no local.
O impacto na porta do passageiro do veículo foi tão violento que os pedaços ficaram espalhados pelo trecho da avenida. Uma das rodas foi lançada junto com o eixo a 40 metros do local do acidente. O carro ficou completamente destruído.
Conforme o policial rodoviário federal Alessio Ferreira, quando está chovendo os motoristas devem diminuir a velocidade dos veículos e ligar o pisca alerta. “Alta velocidade e água sempre terminam em tragédia”, finalizou.
CAMPO GRANDE NEWS/montedo.com

Nota do editor:
Trata-se do 1º Tenente Rafael Viana Silva, do Hospital Militar de Área de Campo Grande. Ele era da turma de 2010 da Aman, do Serviço de Intendência.
Skip to content