Escolha uma Página
Leandro Mazzini
Discreto, o comandante da Aeronáutica, Juniti Saito, tem ‘taxiado’ muito por eventos públicos outrora não frequentados e na última quarta-feira deixou os militares da Aeronáutica curiosos. Num almoço com oficiais da reserva e ativa, tomou a palavra e agradeceu pelo empenho de todos por esse período em que está à frente da Força. Ao contrário de outras aparições, o comandante Saito se deixou até ficar mais à vontade, bebendo de camisa semiaberta – de uniforme, evidente. Graduados oficiais entendem o gesto como um início de despedida do cargo.
Cenários no ar
Pelo menos dois oficiais veteranos – um com viés de direita (Aécio) e outro de esquerda (Dilma) podem sucedê-lo na Aeronáutica. O cargo por praxe é do oficial mais antigo.
Memória
Juniti está no cargo desde a crise com os controladores de voo no governo Lula. Foi ele quem deu voz de prisão a subordinados, tão logo assumiu, e controlou a situação.
Treme sim
Certa vez a então ministra Dilma perguntou ao comandante Saito se um avião-caça treme muito quando voa. E ele, atencioso e sério: ‘Só se a senhora quiser’.
Coluna Esplanada/montedo.com
Skip to content