Escolha uma Página

Recebi do Chapa-Quente Roberto Alves. A nota sobre o bife do sub é da coluna do Ancelmo Góis. A relação com a  ‘Fábula dos Macacos’ foi feita por um correspondente  do R.A.


‘Mexeram no meu bife’É grave a crise. Um subtenente e corneteiro do Quartel-central dos bombeiros do Rio se queixou ao comando da corporação que no refeitório teve o prato atacado pelos colegas, no curto período em que se levantou para pegar um copo d’água. Foi na semana passada.
Sumiu um dos três pedaços de carne do bombeiro. E nenhum dos presentes confessou o “crime”. Há testemunhas. Ancelmo Góis (O Globo)

Cada vez mais acredito que aquela Fábula dos Macacos, na verdade deveria ser Fábula dos Militares…

http://1.bp.blogspot.com/-R9WHvMNm7so/T6qrs7JtrzI/AAAAAAAAAvI/EFAln_Q8y7o/s1600/cinco+macacos.jpg
Numa experiência científica, um grupo de cientistas colocou cinco macacos numa jaula. No meio, uma escada e, sobre ela, um cacho de bananas.
Quando um macaco subia na escada para pegar as bananas, os cientistas jogavam um jato de água fria nos que estavam no chão. Depois de certo tempo, quando um macaco ia subir a escada, os outros o pegavam e batiam muito nele.
Mas um tempo depois, nenhum macaco subia mais a escada, apesar da tentação das bananas.
Então os cientistas substituíram um dos macacos por um novo. A primeira atitude do novo morador foi subir a escada. Mas foi retirado pelos outros, que o surraram.
Depois de algumas surras, o novo integrante do grupo não mais subia a escada.
Um segundo foi substituído e o mesmo ocorreu – tendo o primeiro substituto participado com entusiasmo da surra ao novato.
Um terceiro foi trocado e o mesmo ocorreu. Um quarto e, afinal, o último dos veteranos foi substituído.
Os cientistas, então, ficaram com o grupo de cinco macacos que, mesmo nunca tendo tomado um banho frio, continuavam batendo naquele que tentasse pegar as bananas. Se fosse possível perguntar a algum deles por que eles batiam em quem tentasse subir a escada, com certeza a resposta seria:
“Não sei, mas as coisas sempre foram assim por aqui”.
Concluo:
Quem já não ouviu a expressão demolidora: “SEMPRE FOI FEITO ASSIM!”???
Skip to content