Escolha uma Página
Na Antártica
Nova base terá visual futurista
Lauro Jardim
O Comando da Marinha já tem em mãos propostas de três empresas interessadas em abraçar o contrato de cerca de 100 milhões de dólares para reconstruir a estação Comandante Ferraz, na Antártica, parcialmente destruída por um incêndio, dois anos atrás.

Leia também:

Marinha recebe projeto da nova Estação AntárticaInauguração de nova base na Antártida é adiada para 2016

Entraram na concorrência a empresa finlandesa FCR Finland, a chinesa CEIEC e um consórcio formado pelo grupo brasileiro Ferreira Guedes e a chilena Tecno Fast. A vencedora deve sair até o final do ano: em previsões otimistas, em novembro.
Radar on-line(Veja)/montedo.com

Skip to content