Escolha uma Página
Em Portugal, ó pá!

Sargentos reúnem-se e homenageiam “Bravos da Rotunda”
Militares homenagearam 9 sargentos que em 1910 ajudaram à implementação da República.
“Temos preocupações acrescidas sobre o futuro das nossas carreiras”, disse António Lima Coelho
Lisboa – Cerca de 100 sargentos reuniram-se este sábado em Lisboa, no VII Encontro Nacional de Sargentos, para debater os problemas que afetam as carreiras, a assistência na saúde, o estatuto profissional e o reforço da organização da associação.
“Além de questões relacionadas com as eleições para o biénio 2015/2016, que ocorrerão no início do próximo ano, discutimos também a forma de continuar a defender a carreira militar”, disse à agência Lusa o presidente da Associação Nacional de Sargentos, Lima Coelho.
“Vamos continuar a reivindicar que sejamos integrados nas discussões que existem sobre o Estatuto Militar das Forças Armadas [EMFAR]. Nós temos preocupações acrescidas sobre o futuro das nossas carreiras e sobre o estatuto profissional”, sublinhou Lima Coelho. Os cortes nas pensões de reforma, as perspetivas de evolução nas carreiras e a situação da assistência na saúde foram outros temas em análise.
No final da reunião, os sargentos deslocaram-se à estátua do Marquês de Pombal, para homenagear os “Bravos da Rotunda”, os nove sargentos que, na noite de 4 para 5 de outubro de 1910, ficaram ao lado de Machado Santos, político e militar que protagonizou a resistência no alto da avenida da Liberdade, contribuindo para a Implantação da República.
CORREIO da manhã/montedo.com
Skip to content