Escolha uma Página
Nesta reta final do período eleitoral, o blog estará reproduzindo algumas matérias sobre candidatos ligados à família militar, publicadas pelo site Sociedade Militar. A primeira postagem é sobre a guerreira Kelma Costa. Confira:

Prender um é fácil, prender dois é fácil. Eu quero ver prender TRÊS MIL, QUATRO MIL … A “Voz da Tropa”. 
Da Série ‘conheça seus candidatos’: Kelma Costa, candidata a deputada federal por Minas Gerais.
Ao longo dos últimos anos poucos membros da família militar se destacaram tanto na luta pelos direitos dos militares das forças armadas quanto Kelma Costa. Junto com outros incansáveis lutadores, como Genivaldo, Ivone Luzardo e Miriam Stein, ela conseguiu realizar audiências públicas e reuniões com o Ministério da Defesa, foram até recebidos pelo presidente do Senado quando pleiteavam a discussão dos direitos cassados pela MP2215.
A candidata, que foi batizada de “A Voz da Tropa”, sabe muito bem o que é passar anos a fio sem um reajuste que reponha as perdes inflacionárias, ela é esposa de um sargento.
Kelma foi protagonista de declarações muito contundentes como as citadas abaixo, que fizeram com que a questão salarial dos militares chegassem ao conhecimento da sociedade.
Em reunião no congresso, capitaneada pelo Senador Paulo Paim, kelma Costa, se referindo aos militares presentes, muitos da reserva, alguns da ativa, disse: “Os que estão aqui presentes são ilustres, lutadores, guerreiros… estão vencendo uma batalha, uma batalha contra a omissão do próprio Ministério da Defesa”.
Em outra reunião, com a presença de membros do Ministério da Defesa, Kelma, para espanto dos presentes, pouco acostumados a ouvir verdades, esculachando o Doutor Ari, disse: “Nós vamos fazer como todo mundo faz, prender um é fácil, prender dois é fácil. Eu quero ver prender TRÊS MIL, QUATRO MIL, aí vai complicar a situação. Eu vou dizer pro senhor que o meu marido é um desses que está cansado, sobrecarregado, endividado, e esperando, esperando… Vai ter que acontecer igual acontece aí, uma hora vamos parar…”.
Nunca havia se ouvido dentro do Congresso advertências desse tipo. O semblante dos parlamentares e militares da ativa presentes se mostrou assustado, as últimas manifestações coletivas de militares brasileiros foram ha muito tempo, e culminaram com os eventos de 31 de março de 1964. Vale a pena assistir o vídeo, abaixo:
(Nota do editor: esse vídeo já está com 34.864 visualizações no You Tube)

Não nos surpreendeu o fato de ver que Kelma Costa é um dos poucos políticos apoiados por Jair Bolsonaro. Bolsonaro, como se sabe, é bastante reservado e não empresta seu nome a qualquer um. Para conseguir a confiança do Capitão é necessário um compromisso real com a família e com as Forças Armadas. Somos testemunhas de que ele até evita fotografias junto com políticos para que estes não digam falsamente que recebem seu apoio.

Bolsonaro disse: “amigos de Minas Gerais, nas eleições de 5 de outubro eu peço o seu voto para KELMA COSTA, deputada federal 7064.”
Entre as propostas de Kelma estão: pagamento dos 28.86%, revisão da MP2215, maioridade aos 16 anos, porte de arma legalizado, meritocracia, luta por recuperação salarial para os militares etc.
Sociedade Militar/montedo.com


Visite o site Sociedade Militar e tenha acesso às entrevistas de outros candidatos.
Skip to content