Escolha uma Página
Ex-capitão Fernando (centro), com Tarso Genro e Lula, Dilma ao fundo (Imagem: Blog do Capitão Fernando)

O Boletim do Exército desta sexta-feira (26) publicou a demissão ex officio, do Exército Brasileiro, do Capitão Reformado Luís Fernando Ribeiro de Sousa. Ele foi declarado incompatível para com o oficialato e perdeu o posto e a patente por decisão do Superior Tribunal Militar, de outubro de 2013, transitada em julgado em fevereiro deste ano. Na sentença, o relator afirma que “os inúmeros documentos e depoimentos carreados aos autos evidenciaram um grave comprometimento dos preceitos da ética e moral descritos no Estatuto dos Militares, revelando uma conduta incompatível com aquela exigida de um Oficial das Forças Armadas, na  ativa ou na inatividade”.

O agora ex-capitão Fernando ganhou notoriedade por liderar o movimento chamado ‘capitanismo’, que pregava a atividade política dentro dos quartéis. Foi candidato a deputado federal no RS pelo PT, nas eleições de 2010, sem sucesso. 

Skip to content