Escolha uma Página
Seul, 21 jun (EFE) – Um soldado do exército da Coreia do Sul matou a tiros neste sábado cinco companheiros da mesma unidade e feriu outros cinco em um posto militar próximo à fronteira entre as duas Coreias. O sargento abriu fogo indiscriminadamente no posto da cidade de Goseng, na província de Gangwon, próximo à Zona Desmilitarizada entre as duas Coreias, contaram fontes militares à agência local “Yonhap”. O suspeito, cuja identidade não foi revelada, foi preso após atirar aleatoriamente contra seus colegas. As fontes militares consultadas descartam que o incidente esteja relacionado ao conflito com a Coreia do Norte. Cinco dos soldados atingidos morreram no local, e os outros cinco feridos foram transferidos para um hospital próximo. O incidente lembra outro semelhante, que aconteceu em 2005 em uma unidade militar da fronteira com Coreia do Norte, quando um soldado sul-coreano matou oito outros soldados lançando uma granada de mão no barracão onde dormiam e metralhá-los depois. O soldado Kim Dong-min, de 22 anos, foi condenado à morte após confessar que tinha atacado os soldados em um ataque de raiva. Ele alegou que sofria bullying.
R7/montedo.com
Skip to content