Escolha uma Página
Militar sem carteira de habilitação é suspeito de atropelar jovem no Rio
Fuzileiro naval tem 19 anos e vai responder por homicídio culposo.
Lei permite que militar responda pelo crime em liberdade, disse delegado.

Do G1 Rio
Um fuzileiro naval, de 19 anos, é suspeito de atropelar e matar um adolescente de 14 anos no fim da noite de quarta-feira (3), na Rua Comendador Bastos, no bairro Freguesia, na Ilha do Governador, no Rio. Segundo a Polícia Civil, Juan da Silva admitiu na delegacia que não tinha carteira de habilitação.
O militar vai responder por homicídio culposo e foi liberado porque, segundo o delegado, a lei permite que o acusado responda por este tipo de crime em liberdade.
G1/montedo.com
Skip to content