Escolha uma Página
Após perder uma pata em explosão no Afeganistão, Laika foi adotada pelo seu salvador (Reprodução YouTube)

É uma realidade muito pouco conhecida: a dos cães utilizados em situações de guerra. A National Geographic conta vários casos, entre os quais o do soldado que adotou o cão que o salvou no Afeganistão.

O sargento Terry Young e seu pastor alemão, Wero, procuram explosivos em um posto em Kandahar, Afeganistão
(Adam Ferguson/NG)
No número de junho da National Geographic há um artigo sobre «Cães de guerra», que conta como estes animais são envolvidos em algumas das mais perigosas guerras da atualidade.
Rumo a uma ação no Afeganistão, o belga-malinois Oopey voa sentado ao lado de seu treinador, o sargento Jonathan Bourgeois (Adam Ferguson/NG)
O artigo privilegia a relação dos cães com os soldados que lhes estão mais próximos e uma história se destaca: da “Laika” que foi adotada pelo sargento Julian McDonald.
“Laika” foi atingida quatro vezes em combate no Afeganistão, mas ainda conseguiu salvar vários soldados.
Já sem uma perna, “Laika” deveria ser abatida. Mas acabou adotada por aquele que salvou.


TST-National Geographic/montedo.com

Skip to content