Escolha uma Página
O sargento do Exército Vinicius Feliciano Machado está preso desde a última segunda-feira (19) no quartel do 1º Batalhão de Guardas, em São Cristóvão, subúrbio do Rio. Ele foi punido com doze dias de prisão pelo episódio que protagonizou em 22 de fevereiro último, quando escalou a estátua do Marechal Deodoro, no centro do Rio, em protesto contra o valor de dezesseis centavos pago aos militares como salário-família.


Ponte
O sargento ganhou notoriedade ao protestar contra os baixos salários dos militares tentando descer a ponte Rio-Niterói de rapel, em 27 de agosto de 2013, ato que lhe rendeu dez dias preso no ano passado.

Livro
Feliciano, cujo nome vem sendo cogitado como pré-candidato a deputado estadual no RJ, escreveu um livro sobre o período que passou na cadeia. Título: “Dez dias preso comigo mesmo”.



Leia também:

Protesto por melhores salários: sargento do Exército é preso ao descer de rapel a ponte Rio-NiteróiNão é pelos 16 centavos! Depois do rapel na ponte, sargento do Exército escala estátua do Marechal Deodoro.Sargento do Exército que desceu ponte Rio-Niterói de rapel lança livro

Skip to content