Escolha uma Página
Leon Gautier e Johannes Boerner são vizinhios na comuna francesa de Ouistreham; história de amizade pós-guerra se transformou livro
6 de junho 1944: desembarque na Normandia marca o Dia D
Um soldado alemão e um militar francês que lutaram entre si na batalha da Normadia, em 6 de junho de 1944, jamais poderiam imaginar que, 70 anos mais tarde, se tornariam melhores amigos.
Hoje, Leon Gautier, de 91 anos, e Johannes Boerner, de 88, são vizinhos na mesma cidade onde forças do comando francês ancoraram no dia da invasão da Normandia, também conhecido como Dia D, de acordo com o Daily Mail.
Eles são dois dos poucos veteranos da Segunda Guerra Mundial que desembarcaram na cidade francesa e forçaram as tropas nazistas a se entregar, que ainda estão vivos.
O tempo e a compreensão criaram um forte laço entre o ex-comandante de elite francês e o paraquedista de Leipzig, que são vizinhos na comuna francesa de Ouistreham.
O ex-paraquedista do exército alemão Johannes Borner e o ex-comandante de elite francês Leon Gautier (Foto: Reuters)
Em 2012, eles passarm o Natal juntos e em junho deste ano participarão das cerimônias que marcam o 70º aniversário do Dia D. “Somos como irmãos agora”, disse Boerner, que obteve a cidadania francesa em 1956.
Gautier e o colega nunca estiveram no mesmo lugar e no mesmo momento na Normandia, porém dividem as mesmas lembranças: os franco-atiradores que se escondiam dos tanques, a voz do inimigo a metros de distância, os mosquitos que infestavam os vales inundados, o cheiro de cadáveres humanos apodrecendo no calor, e outras.
Após se aposentar, Gautier decidiu se mudar para Ouistreham, e, durante uma ida ao restautante local, conheceu o proprietário: Boerner.
Um livro sobre a história e a amizade dos dois amigos – “Inimigos e Irmãos” – foi publicado em 2010.
Terra/montedo.com
Skip to content