Escolha uma Página
Cabo do Exército é preso por vender armas em seu supermercado, diz PM
Suspeito nega acusação; segurança do comércio também foi detido em GO.
Moto que ele usava para fazer entregas era roubada e foi apreendida.
Cabo do exército é preso por vender armas em seu supermercado de Aparecida de GoIânia, Goiás, diz PM (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Do G1 GO
Um cabo do Exército foi preso nesta terça-feira (25) suspeito de vender armas em um supermercado de sua propriedade, no Setor Morada dos Pássaros, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana. De acordo com a Polícia Militar, na casa dele havia seis armas, além da que ele portava, todas sem documentação. O suspeito negou as acusações.
O segurança do supermercado também foi detido com um revólver calibre 38. No momento do flagrante, os policiais encontraram várias munições no escritório do estabelecimento. Depois, ele foi conduzido até a sua residência, onde foram encontrados um pistola 9 milímetros de uso restrito, um revólver calibre 38 e quatro espingardas, entre elas, uma calibre 12 e uma de pressão carregada com chumbinho.
Reprodução: TV Anhanguera
Além do armamento, a polícia constatou ainda que uma moto utilizada pelo suspeito para fazer entregas na casa de clientes era roubada. De acordo com a PM, o roubo havia ocorrido no último dia 14. O veículo também foi apreendido.
O cabo e o segurança foram levados para o 4º Distrito Policial (DP) de Aparecida de Goiânia. Segundo o delegado plantonista José Lindenor Barros, o segurança foi autuado pelo crime de posse e porte ilegal de armas, podendo pegar de 3 a 6 anos de prisão, se condenado. Já o oficial, além desta acusação, responderá ainda por receptação, por causa da moto roubada. Somando as penas, ele pode pegar entre 4 e 10 anos de cadeia.
G1/montedo.com
Skip to content