Escolha uma Página
Delegado Baretta (Foto: Gil Oliveira/G1)
Delegado fala sobre prisão (Foto: Gil Oliveira/G1)
Também foi preso um amigo do soldado suspeito de participar do crime.
Crime aconteceu no dia 6 de janeiro deste ano,no bairro Morada Nova.

Gilcilene Araújo
DO G1 PI
Um soldado do exército que trabalhava no 25 º Batalhão de Caçadores e um amigo dele foram presos no bairro Parque Piauí, Zona Sul de Teresina, nesta quinta-feira (6). Eles são suspeitos de matar há um mês Juniel Campelo de Sousa, 27 anos. Segundo o delegado Francisco Barêtta, o soldado teve a prisão decretada após a polícia constatar que ele não agiu por legitima defesa como afirmou quando se apresentou na delegacia três dias após o crime.

Leia também:
Crime passional: soldado do Exército confessa assassinato no Piauí

“A dupla estava em um carro e perseguiu o rapaz que andava em uma motocicleta. Durante a perseguição, o soldado efetuou vários disparos em direção ao rapaz, em seguida, ele bateu na traseira da moto e Juniel caiu. A vítima foi morta a queima roupa por isso não dava para aceitar o argumento de legítima defesa. O amigo é suspeito de dirigir o carro”, comentou o delegado.
Para a polícia, o soldado assassinou Juniel Campelo de Sousa porque ele estava com ciúmes da ex-namorada que estaria tendo um relacionamento com a vítima.
O assassinato aconteceu no dia 6 de janeiro deste ano. Testemunhas relataram para a polícia que a vítima estava em uma motocicleta e saiu do bairro em direção à BR-343, quando foi perseguido por dois homens em um veículo modelo Gol na cor prata. Os suspeitos efetuaram 11 disparos contra o jovem.
G1-montedo.com

Skip to content