Escolha uma Página
Após 24 dias, Polícia não tem pistas de soldado e menina desaparecidos

Mariana Lopes
O casal que sumiu no dia 24 de janeiro, próximo a uma estrada de Taboco, distrito de Aquidauana, distante 135 quilômetros de Campo Grande, ainda não foi encontrado. Amanda Galhardo, 15 anos, e Agnaldo de Oliveira Silva Júnior, 20 anos, estão desaparecidos há 24 dias.
Segundo o delegado titular da Delegacia Regional de Aquidauana, Antenor Camargo Leme, não há pistas sobre o paradeiro dos jovens. Os dois foram vistos pela última vez na estrada, em uma moto Honda Fan 125 preta, que estava com o pneu furado.
O delegado afirma que a Polícia Civil e o Exército pararam de fazer buscas, mas atuam em caso de denúncia a respeito da localização de Amanda e Agnaldo. Ainda conforme informações do delegado, foi pedido a quebra de sigilo dos telefones e conta bancária dos dois.
“Vamos checar os últimos contatos telefônicos do casal e também as últimas movimentações bancárias deles, por enquanto estamos aguardando essas informações”, explica o delegado.
A reportagem falou com uma tia do rapaz, que não quis se identificar. Ela disse que a mãe e a irmã da garota estão muito abaladas com o desaparecimento e enfrentam problemas de saúde.
Caso
De acordo com informações da família dos jovens, Amanda e Aganldo estavam indo para a fazenda de uma tia do rapaz, mas o pneu da moto na qual eles estavam furou.
Agnaldo ligou para a mãe dele, avisando que estava voltando para Aquidauana. Depois deste contato, os dois nunca mais foram vistos. A família garante que eles não têm motivos para fugir, já que todos aceitavam o relacionamento deles.
Agnaldo é soldado do Exército e, segundo informações da Polícia Civil, o rapaz sempre teve ótima conduta militar.
CAMPO GRANDE NEWS/montedo.com
Skip to content