Escolha uma Página
Força Militar: FAB manda Santander fechar as portas na Base de Santa Cruz
Departamento de comunicação do banco informou que espaço foi fechado pela Prefeitura da Base, que pretende abrir licitação para contratar nova instituição
OSNI ALVES
Rio – Militares da Força Aérea Brasileira (FAB) lotados na Base de Santa Cruz, Zona Oeste do Rio, reclamam que o Alto Comando fechou a agência do Santander da unidade em 6 de dezembro. O encerramento das atividades pegou os militares de baixa patente de surpresa, gerando várias reclamações.
Fonte da coluna afirma que os serviços relacionados agora precisam ser feitos em outras localidades ou bairros, gerando despesa extra aos militares e suas famílias. “O banco nos deu opção de manter a conta-salário ou transferir para outra instituição, mas qualquer ação tem custo adicional”, disse.
O departamento de comunicação do Santander informou que, de fato, o espaço foi fechado pela Prefeitura da Base, que pretende abrir licitação para contratar nova instituição. “Não posso dar detalhes”, informou a assessora, acrescentando que não enviaria nota oficial sobre o caso.
Já a assessoria da FAB informou que, no fim de 2013, a base fez licitação para renovar o contrato com o Santander, que não se interessou. Neste ano haverá nova oferta, mas o documento licitatório ainda não está elaborado, segundo fontes da coluna.
1.800 correntistas
A agência fechada tinha mais de 1.800 militares correntistas. Um dos motivos apurados pela coluna – mas não confirmados – seria uma suposta divergência devido ao reajuste tarifário da conta-salário
O Dia/montedo.com (R. A.)
Skip to content