Escolha uma Página
Homens do Exército do Rio chegam ao ES para ajudar vítimas da chuva
Dos 170 militares, 130 vão para Colatina, onde seis pessoas morreram.
Homens da Força Nacional também estão no estado para auxiliar vítimas.



Jornal Hoje/Juliana Borges

Do G1 ES
Militares do Exército do Rio de Janeiro chegaram ao Espírito Santo. (Foto: Reprodução/TV Gazeta)
Militares do Exército do Rio de Janeiro chegaram ao Espírito Santo (Foto: Reprodução/TV Gazeta)

Cento e setenta homens do Exército do Rio de Janeiro chegaram ao Espírito Santo nesta quarta-feira (26) para dar apoio às equipes que atuam no estado devido às chuvas. Segundo o major Trisi, 40 homens permanecerão na Grande Vitória e 130 irão para Colatina, na região Noroeste, um dos municípios mais afetados.

Além desses militares, setenta e dois homens da Força Nacional chegaram no domingo (22) de vários estados do país. Desses, 50 foram encaminhados para Linhares, Nova Venécia e Santa Leopoldina, e os demais permaneceram na Grande Vitória. Vinte bombeiros do Rio embarcaram na manhã desta quarta-feira (25) em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB), na Base Aérea do Galeão. Eles fazem parte do Grupamento de Busca e Salvamento (GBS) e são especialistas em salvamento em desastres.
Militares do Exército do Rio de Janeiro preparam equipamento para ação no Espírito Santo (Foto: Reprodução/TV Gazeta)
Militares preparam equipamento para ação de ajuda
às vítimas da chuva (Foto: Reprodução/TV Gazeta)

Segundo o major Trisi um modo logístico de uma cozinha de campanha também será levado para Colatina, fornecendo 200 refeições por fornada à população atingida. A equipe também atenderá cidades próximas.

Na noite desta quinta, uma equipe de engenharia do exército chega ao estado para avaliar a ES-080, onde será construída uma ponte provisória, em um trecho que ficou destruído. A estrutura deve chegar até a próxima segunda-feira (30) e será montada em até 10 dias.
Ainda segundo o major Trisi, quatro botes, também de responsabilidade da engenharia do Exército, serão enviados para o Espírito Santo, para ajudar no resgate de pessoas. Leia mais. (R. A.)
G1/montedo.com

Skip to content