Escolha uma Página
Atirador é marido da prima da vítima, de acordo com a polícia.
Vítima foi baleada no braço e tórax em Anchieta, no Subúrbio do Rio.
Reprodução Face Book (O Dia)
Do G1 Rio
Um sargento do Exército foi morto a tiros por um familiar em uma briga por vaga de estacionamento em Anchieta, no Subúrbio do Rio, no fim da tarde desta segunda-feira (23). Claudio Perini Costa foi baleado no braço e na lateral do tórax pelo marido de sua prima, que é soldado do Corpo de Bombeiros.
De acordo com a Divisão de Homicídios (DH), o terceiro sargento Cláudio Perini teria estacionado o carro em frente à garagem do tio, o que deu início à confusão. Saindo em defesa do tio da vítima, o homem identificado como Glausson Ferreira Corrêa pegou uma pistola e disparou contra o sargento.
Cláudio foi socorrido pelos vizinhos ao Hospital do Exército e, em seguida, ao Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes, onde não resistiu aos ferimentos. O atirador, a prima e o tio da vítima fugiram.
A Divisão de Homicídios colheu depoimentos de testemunhas ainda nesta segunda e realiza diligências para localizar o suspeito. As primeiras informações dão conta que a arma do crime pertencia à mulher do atirador
Silene Ribeiro da Costa também é militar e presta serviços no Hospital Central do Exército (HCE) e, assim como a vítima, é sargento temporário, de acordo com o Comando Militar do Leste (CML).
Por meio de nota, o Corpo de Bombeiros informou que “as providências serão definidas em procedimento interno” e que acompanha as investigações policiais. (R. A.)
G1/montedo.com

Nota do editor:

O militar falecido era o 3º Sargento EBST- STT Claudio Perini Costa e servia no CPOR/RJ.

Skip to content