Escolha uma Página
CRIME
Dois militares do Exército são presos suspeitos de sumiço de fuzil
Dois militares do Exército estão presos por envolvimento no sumiço de um fuzil 7,62, que foi furtado na quinta-feira passada do Depósito Central de Armamento da força, em Deodoro, na Vila Militar. No dia seguinte ao furto, unidades da Vila Militar fizeram blitz na região, em busca de mais suspeitos do desvio do armamento. O fuzil desapareceu depois que a guarda do quartel abandonou o serviço e fez um churrasco nos fundos da unidade militar.

Leia também:
Exército investiga sumiço de fuzil na Vila Militar, Zona Oeste do Rio

O Comando Militar do Leste, por meio da seção de Comunicação Social, informou que “os fatos relacionados ao desaparecimento de um fuzil no Depósito Central de Armamento estão sendo investigados em Inquérito Policial Militar. O referido inquérito confirmará a sequência dos acontecimentos e irá apurar os responsáveis envolvidos.”
Ainda segundo o Exército, ‘”a recuperação do fuzil é um compromisso do Exército e as investigações encontram-se em bom andamento nesse sentido.” (R. A.)
Ancelmo Góis (O Globo)/montedo.com
Skip to content