Escolha uma Página
Zona de tensão entre Japão e China
(Imagem: blog Sempre Guerra)
As forças japonesas transferiram dois mísseis falsos a uma ilha do Pacífico ao sul do arquipélago japonês como parte de um importante exercício militar.
Segundo fontes oficiais, estes mísseis chegaram na quarta-feira à ilha estratégica de Miyako, 300 km ao sul da ilha mais importante de Okinawa (sul do Japão).
“É a primeira vez que este tipo de armamento é mobilizado nesta ilha longínqua”, afirmou nesta quinta-feira um porta-voz do Estado-Maior japonês, que afirma que os mísseis não podem ser utilizados no momento.
De 1 a 18 de novembro, 34.000 homens, navios de guerra e caça-bombardeiros participam destas manobras cujo objetivo oficial é “manter e melhorar a capacidade operacional das Forças de Autodefesa” em caso de ataque armado num momento em que Tóquio e outros países da região se preocupam pela supremacia militar e pelas ambições marítimas da China.
Além disso, há mais de um ano as relações sino-japonesas são muito tensas por um conflito territorial no mar da China oriental.
Nesta quinta-feira, o Global Times, próximo às autoridades chinesas, publicou na sua primeira página a decisão de Tóquio de instalar mísseis na ilha de Miyako, mencionando “um movimento sem precedentes que, segundo os especialistas, está dirigido a bloquear a marinha chinesa”.
AFP/montedo.com
Skip to content