Escolha uma Página
Seis caminhões-pipa vão ajudar no abastecimento do município, que declarou estado de emergência pela escassez de recurso hídricos desde 4 de setembro de 2013

Luana Cruz
(Assessoria de Comunicação SAAE)
 (Assessoria de Comunicação SAAE)A cidade de Sete Lagoas, na Região Central de Minas Gerais, está recebendo o apoio do Exército para solucionar o problema de abastecimento provocado pela estiagem prolongada. O 4º Grupo de Artilharia Antiaérea destinou seis caminhões-pipa para uso do município, que declarou estado de emergência pela escassez de recurso hídricos desde 4 de setembro de 2013, com a publicação do Decreto 4.775/2013. [montedo]
De acordo com a Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), o primeiro caminhão cedido já está circulando no município, atuando principalmente no abastecimento de reservatórios. Na segunda-feira, moradores do Bairro Nossa Senhora do Carmo que sofrem com a falta d´água foram atendidos. Os outros cinco veículos serão enviados ao longo da semana pela corporação.
A previsão com a chegada da temporada de chuva é que a situação melhores na cidade. Mas a SAAE prevê que as precipitações que virão ainda não serão suficientes para recarregar os lençóis d’água e normalizar o abastecimento via poços tubulares profundos.
Esta semana o em.com.br mostrou que a população de Sete Lagoas vive um surto de diarreia. Segundo a enfermeira da Vigilância Epidemiológica da cidade, Pricila Galdiere dos Santos Pereira, foram registrados 1.450 casos da doença entre os dias 2 e 21 de setembro. A análise da água do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) não indicou algum possível causador. A Vigilância ainda aguarda o resultado das amostras de fezes enviadas à Fundação Ezequiel Dias (Funed) em Belo Horizonte.
ESTADO DE MINAS/montedo.com
Skip to content