Escolha uma Página
Operação Hooligans cumpre mandados de busca, apreensão e prisão

Cristiano Lameira

Rogério Silva, soldado Uilson e Weider Soares foram presos
Rochele Barbosa
Na manhã de ontem, foi deflagrada pela Delegacia de Polícia de Dom Pedrito, com apoio da Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec) de Bagé, Brigada Militar de Dom Pedrito e Pelotão de Operações Especiais (POE) da BM de Bagé, a operação Hooligans, que cumpriu cinco mandados de busca, apreensão e três prisões preventivas.
Segundo a Polícia Civil, o objetivo da operação é desarticular a gangue da Vila Argeni, grupo criminoso que estava sendo investigado pela equipe da delegacia há vários meses.
Um dos incidentes envolvendo o grupo aconteceu na madrugada do dia 10 de agosto deste ano, quando policiais militares de Dom Pedrito foram alvo de agressões e pedradas. O fato ocorreu quando duas gangues da cidade, grupos do bairro São Gregório e Vila Argeni, estavam trocando tiros próximo ao prédio da Universidade Federal do Pampa (Unipampa).
Quando a BM chegou até o local, os homens se dispersaram. Somente um acusado foi preso em flagrante por lesão, resistência e desacato aos policiais. Porém, pagou fiança e foi liberado. Outro menor foi preso somente para prestar esclarecimentos.
A equipe de investigação também informou que o grupo é responsável pela prática de vários crimes, incluindo uma tentativa de homicídio que ocorreu nas proximidades de um parque de diversões da cidade, no Largo Isidoro Dias Lopes. As três prisões preventivas foram efetuadas e vários objetos foram apreendidos, entre eles uma arma de fogo, facas e equipamentos para limpeza de armas.
Na manhã de ontem, foi preso, na rua Argeni Jardim, o soldado do Exército Uilson Rodrigues Fontoura, de 20 anos, que tinha de posse uma cápsula deflagrada de munição, calibre 7.62, duas escovas para limpeza de pistolas do Exército Brasileiro, um canivete, dois celulares, um coldre de coro e uma faca estilo militar. Ele foi recolhido ao quartel militar de Dom Pedrito.
Também foi preso, na rua João Manoel, Weider de Vargas Soares, de 18 anos. Ele tinha de posse uma pistola sem marca aparente e numeração prejudicada por excesso de tinta, um cano de ferro e dois telefones celulares.
O outro preso foi Rogério dos Santos Silva, de 23 anos, localizado na travessa Mércio Marques Cordeiro, próximo à Vila Argeni. (Colaborou: Ney Ribeiro)
Skip to content