Escolha uma Página
Guilherme Wojciechowski
Militares do Exército Brasileiro realizaram, na tarde desta sexta-feira (20), uma simulação de acidente com múltiplas vítimas na usina de Salto Caxias, situada no rio Iguaçu, águas acima do Parque Nacional.
A atividade consistiu na simulação da explosão de um transformador da casa de máquinas, resultando em 10 vítimas, sendo um óbito imediato e diversos feridos por queimaduras, amputação, fraturas diversas, entre outros.
210513 simulacaoFoz do Iguaçu terá profissionais do programa “Mais Médicos” do Governo Federal Família do Rio Grande do Sul é assaltada na BR-277 Barragem de Itaipu será iluminada de cor rosa no mês de outubro
Participaram integrantes da Companhia de Saúde do 15º Batalhão Logístico, reforçados por médicos, enfermeiros e socorristas do 33ª Batalhão de Infantaria Mecanizado e da Companhia de Comando da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada
De acordo com o Exército, o atendimento imediato foi prestado pela equipe de saúde da 1ª Companhia de Fuzileiros do 33º Batalhão de Infantaria Mecanizado. Em seguida, chegou a ambulância do 15º Batalhão Logístico, que estava próximo à entrada da usina.
Um pouco depois, foi a vez da equipe de médicos e socorristas da Companhia de Saúde, que imediatamente assumiu o controle da situação, procedendo com o isolamento de segurança da área e iniciando a triagem dos acidentados.
“Esse tipo de exercício é fundamental para manter a tropa preparada e em condições de atuar em casos de acidentes graves e em situações de emergência”, informou o Exército.
A simulação fez parte da Operação Laçador 2013, que teve início no último dia 16 e segue até o dia 27 nas fronteiras de Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul com Paraguai, Argentina e Uruguai. Participam da manobra cerca de oito mil militares do Exércio, Marinha e Aeronáutica.
CBN/montedo.com
Skip to content