Prepara! Banda do Exército toca ‘Show das Poderosas’ no Rio e causa polêmica virtual

No repertório das tradicionais marchas tocadas nos desfiles cívicos do dia 7 de Setembro, uma das músicas chamou atenção dos cariocas justamente por destoar da tradição. A Banda do Exército decidiu tocar “Show das Poderosas”, da funkeira Anitta, antes do desfile.
Assista ao vídeo:
Internautas interpretaram que a música foi uma ironia, por ter em um de seus versos “Meu exército é pesado, a gente tem poder”.
A assessoria de imprensa do Comando Militar do Leste declarou que a inclusão da música de Anitta foi feita para aproximar os militares do público e que o resultado foi o esperado. “Esse tipo de homenagem é comum, a ideia foi homenagear a cultura e a música popular”, explicou.
SRZD/montedo.com


Vídeo gerou polêmica no YouTube:


7 respostas

  1. Não vi problema nenhum. Tá cheio de paisano falando bobagem, criticando os caras. Pior são os milicos que passam o dia reclamando no quartel falarem mal, isso sim é o fim da picada.

  2. É no mínimo curioso ver a situação atual. Defendem mulheres dentro das FFAA, inclusive na parte operacional. Posicionam-se a favor de homossexuais em todos os setores da sociedade. Todo mundo grita contra qualquer tipo de preconceito. E a execução de uma música causa todo esse furor. Eu acho que a sociedade de hoje é completamente hipócrita. Afinal querem um exército linha dura, ou querem um exército sem preconceitos? SOCIEDADE HIPÓCRITA.

  3. Num da nada, na abertura do desfile por aqui(prefiro não citar) uma aluna abriu cantando: "para não dizer que não falei das flores". O que eu ja vi de sd tomando mijada por causa disto. NOVOS TEMPOS.

  4. Fala sério. não tem nada de mais! Os cara das Bandas são tudo artistas, e tocam qualquer tipo de música. Se toca no rádio, por quê não pode ser tocada pela banda do EB? Nos quarteis tocam até hino do clube do Cmt!!! Ou estou mentindo?

  5. Na minha concepção é o fim da picada, tremenda baixaria, será que o mestre da banda e os responsáveis pelo repertório não tinham nada melhor para tocar. Tá de sacanagem não é uma questão cultural, e sim de marcialidade e respeito aos cultos, você não entra sem camisa em uma igreja por está calor, isso é ridículo, realmente acabou esses "comandantes" são uns inertes e imorais, depois querem chamar a atenção dos subordinados, são uns porcarias e ridículos.

  6. bando de hipocrita! estão criticando a banda do EB porque tocou esse lixo de música, mas é um "sucesso" no momento, e como forma de se aproximar da sociedade certamente receberam a ordem pra tocar… muitas coisas estão erradas sim, começando pelos comandantes dos altos coturnos…o problema não está na banda de música nem nos batalhões, está lá em Brasilia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo