Novo Batalhão do Exército no MT: novela que já dura mais de três anos

Essa novela já se arrasta há três anos e meio. A primeira postagem no blog sobre o assunto é de janeiro de 2010. De lá para cá, muita conversa, promessas mil e nada de concreto. É o Brasil da burocracia e dos discursos demagógicos.

Leitão busca instalação do Exército no interior de Mato Grosso
Nilson Leitão solicita liberação de área para a construção da sede do Exército Brasileiro no município de Sinop, Região Norte do estado.
(Divulgação)
O deputado federal Nilson Leitão (PSDB/MT) participou nesta segunda-feira, 19, de audiência com o Diretor do Departamento de Destinação Patrimonial da Secretaria de Planejamento Urbano (SPU), Luciano Roda, onde reiterou a solicitação da criação e instalação da unidade militar em Sinop/MT.
O pleito do parlamentar é que a área delimitada para a construção da sede do exército, pertencente à União, seja transferida para a força armada. Recentemente a SPU informou que dos 140 hectares destinados, uma parte do espaço disponível (60 hectares) será destinado para loteamento de construção pelo programa ‘Minha Casa, Minha Vida’.
Segundo Leitão, a instalação definitiva é de extrema importância, pois a localidade é uma região de fronteira e necessita de segurança redobrada. “A instalação do exército para Sinop é imprescindível, pra resolver não só um problema da nossa juventude, que vai ter uma alternativa de carreira, mas para a questão da segurança. Nesse mês mesmo deve ter mais de 200 homens do exército na região. O custo para o Brasil deslocar essa quantidade de pessoas, onde semestralmente estão lá, é exorbitante. É indispensável eles se instalem rapidamente, na verdade, já era para estarem”, argumenta.
Leia também:

EXÉRCITO INSPECIONA ÁREA DE FUTURO BATALHÃO NO “NORTÃO” DO MT

GENERAL GARANTE CONTRUÇÃO DE QUARTEL DO EXÉRCITO NO “NORTÃO” DE MT

NOVELA SEM FIM: PREFEITO TENTA EMENDAS PARA CONSTRUÇÃO DE QUARTEL DO EXÉRCITO NO ‘NORTÃO’ DE MATO GROSSO

De acordo com o diretor patrimonial a necessidade da totalidade da área será analisada, uma vez que segundo o mesmo, é possível diminuir a extensão destinada cumprindo com o mesmo desempenho o trabalho que está sendo proposto. “Nos comprometemos a checar com o exército qual o programa de atuação deles para ver se existe necessidade dessa solicitação”, diz Luciano.
Leitão argumenta que o local onde se pretende construir a sede não é adequado para a construção de casas já que na localidade está instalada uma usina de alta tensão e o presídio de segurança máxima. “O município tem muitas localidades onde se pode construir. Nessa região, mais ou menos dois quilômetros de distancia, temos um dos maiores presídios do estado”, defende.
Já foram disponibilizados, por meio de emenda parlamentar, mais de dez milhões de reais para a construção do complexo, sendo necessário apenas a liberação para o inicio das obras. “O SPU tem que autorizar urgentemente a disponibilização dessa área em Sinop, na íntegra de 140 hectares. Só assim será possível montar uma boa estrutura para todo o Norte de Mato Grosso e a Amazônia Legal”.
EXPRESSO MT/montedo.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo