Moçambique: militar das Forças Armadas alugava fardas e armas para assaltos

Moçambique
Polícia deteve militar que alugava armas e fardas para assaltos
Chimoio – A polícia de Manica, centro de Moçambique, deteve um militar das Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) e um cúmplice, acusados de alugarem armas e fardas a quadrilhas para assaltos, disse hoje à Lusa fonte policial.
A detenção ocorreu na semana passada, mas só hoje foi divulgada, na sequência de diligências para a recuperação do material, que continuava nas mãos dos “comparsas do militar”. Vários uniformes militares foram recuperados e devolvidos ao nono batalhão das FADM.
Este é o segundo caso este ano de detenção de militares envolvidos em esquemas de roubo na província de Manica.
“O agente da FADM estava acfeto ao hospital militar e fornecia meios para actividades criminais a seus comparsas. Por vezes, exigiam coisas como se estivessem escalados e outras vezes envolviam-se em assaltos a residências.
Recuperámos camisas, calças e botas”, disse à Lusa Belmiro Mutadiua, porta-voz da polícia de Manica.
Em Abril, a polícia no distrito de Manica deteve um fuzileiro naval das FADM e outras quatro pessoas depois de terem sido surpreendidos, fardados, a criar distúrbios numa igreja da região, provocando o pânico entre os crentes durante a missa. Na operação, a polícia apreendeu 13 artigos militares. 
Angola Press/montedo.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo