Escolha uma Página
Membros da UNDOF fazem patrulha nas colinas de Golã. Foto: ONU/Wolfgang Grebien
Membros da UNDOF fazem patrulha nas colinas de Golã. Foto: ONU/Wolfgang Grebien
Em declaração de seu porta-voz neste sábado (9), o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, saudou a libertação de 21 membros da Força das Nações Unidas de Observação do Desengajamento (UNDOF) que haviam sido detidos por elementos armados da oposição síria.
“O Secretário-Geral saúda a libertação dos 21 integrantes da Força das Nações Unidas de Observação do Desengajamento (UNDOF) que haviam sido detidos no dia 6 de março nos arredores de Al Jamla, na zona limite. Ele aprecia os esforços de todos os envolvidos para garantir sua libertação segura”, declarou.
“O Secretário-Geral enfatiza a todas as partes a imparcialidade das forças de paz das Nações Unidas”, completou.
A UNDOF está no terreno para monitorar o chamado Acordo de Desengajamento das Forças na região, que determinou a retirada das forças armadas da Síria e de Israel da zona em 1974, após a guerra de 1973.
“O Secretário-Geral convoca todas as partes a respeitarem a liberdade de movimento da UNDOF, bem como a salvaguarda e segurança de seu pessoal. Ele também os exorta a respeitar e defender a proteção de civis”, concluiu o porta-voz de Ban Ki-moon.
ONU/montedo.com
Skip to content